quinta-feira, julho 26, 2007

Até Quando?¿?¿?

Não agüento mais ouvir falar em desgraça aérea, corrupção, falcatruas, lula vaiado (v-a-i-a-d-o, não é viado não!!), política, relaxa e goza, pan...
- CHEGA!!!!
O “brazil” (isso mesmo, se é pra ridicularizar escrevo mesmo com letras minúsculas e Z) sempre foi um PANDEMONIO, mas desde que começou este tal PAN, parece que os demônios resolveram colocar os chifres de fora, chifre, rabo, tridente, e tudo mais. A coisa ficou tão feia nos últimos dias que nem o ACM (que Lúcifer o receba!) agüentou a pressão e partiu dessa pra melhor, pois pior acho impossível! Não sei como foi falada tanta coisa a respeito do desastre aéreo quando o pan, seria a atração principal. Acho que as grandes empresas estavam tão concentradas no pan, que não deu tempo de cobrirem com seus panos sujos este episódio tão lastimável, mas tem também o fato, dito por um amigo, de que o que vende jornal é noticia ruim, então se ninguém pagou o suficiente para encobrir o fato, é hora dos jornais e as emissoras de tv, radio fazer um estardalhaço. Não estou fazendo pouco caso das vitimas do acidente, mas estou dizendo que pessoas morrem de maneira as vezes muito mais bizarras e não se faz tanto barulho por isso. Todos estamos indignados com tudo, só que ninguém faz ou sabe o que fazer para mudar a atual situação do país em relação a toda esta merda que anda acontecendo, por mais que tentamos eleger pessoas de bem ou pessoas realmente interessadas em mudar o país para melhor, ao chegar no poder seja ele legislativo, judiciário ou executivo a corja lá já presente o estragarão antes que ele faça o mínimo, isso sem contar as pessoas fingidas e mentirosas, que fingem querer alguma coisa de bom para mudar, tendo em vista uma única intenção, o beneficio próprio.
Navegando a deriva pelos blogs da net encontrei uma coisa no sopa de tamanco uma nova idéia de justiça que viria bem a calhar, a idéia de “culpa coletiva”, já seria um começo para acabar com a corja que comanda o nosso país, mas não adianta apenas identificar os culpados teríamos que puni-los e a punição deveria ser tão severa quanto justa e para crimes de corrupção, suborno, chantagem, extorsão, e outros crimes que nem sei o nome e que afetam toda a população, os julgados perderiam todos os direitos humanos e nenhuma entidade poderia de maneira alguma reivindicar estes direitos pois ao cometer o crime o culpado não deu oportunidade para que os direitos humanos fossem cumpridos, portanto seria sua punição executada à risca e sem que alguém viesse apelar dizendo que se trata de um ser humano. Indivíduos que cometem crimes colocando a vida de milhares em jogo em beneficio próprio não podem ser considerados seres humanos, até um assaltante que mata para conseguir o dinheiro que as vezes é para comprar comida poderia ser, mas um político que já está com o rabo cheio de dinheiro e mata milhões de maneira indireta simplesmente para engordar sua conta, NÃO!!!
Este assunto da o que falar mas vou parar por aqui este humilde manifesto , porque daqui a pouco pego minha metralhadora e acabo fazendo besteira... besteira??

5 comentários:

Felipe Cruz disse...

Escrever vicia, eu sei! Ficou manerasso o texto...

Thais Torres disse...

Metralhe com as suas palavras. Isso já é uma forma de protestar.

Gostei muito de saber que está se dedicando ao blog e que está ficando viciado em escrever: é assim mesmo, Gladsão.

E vc vai ver: é bom demais!

Bjs ; )

isabella disse...

concordo em tudo.

nesses dias fui a uma conferencia e fizemos 1 minuto de silencio em respeito aos mortos do voo. logo após o diretor do hospital da cidade pediu a palavra e disse: "acho engraçado que fizemos 1 minuto de silencio para essas pessoas e o resto? pessoas morrem a cada segundo de formas mt piores e ninguém diz nada. e não estou sendo frio e mt menos desumano estou apenas sendo realista."


então é isso, bju

Jussara Soares disse...

Que surpresa!!!
Gostei do texto. É revoltado, mas bem-humorado.
Só por isso (heheh) você agora tem um link lá no Páginas - naquele blog que você diz que eu escrevo muito. No sentindo de quantidade mesmo, hehehe.
Beijos!

Felipe Cruz disse...

Sem querer acabei sendo um dos últimos a entrevistar Joel Silveira, O maior Repórter do Brasil, pouco menos de um mês antes de sua morte. A entrevista está publicado, inclusive com áudio, no meu blog: www.dtdnews.blogspot.com
Confere lá!

 
BlogBlogs.Com.Br